Campanha Desfralde Consciente - desfralde noturno

💜
quarta-feira, 21 de setembro de 2016

E na campanha do 
🐼Desfralde Consciente ðŸ¼

chegamos ao badalado ⚡️Desfralde Noturno⚡️

Qual é a grande dificuldade do DN??

👉🏻 Ele pode demorar (bem) mais que o diurno
👉🏻 Pode exigir mais dos pais, principalmente se a criança não estiver preparada (!!)
👉🏻 Pode haver regressão por inúmeros motivos, e isso assusta, mas vamos falar um pouco sobre isso (que está tudo bem, não tem problema, faz parte!)
👉🏻 Há pressão externa (como tudo depois que os filhos chegam ðŸ™„), e precisamos esquivar fugindo pra as colinas para não achar que há algo de errado com nossos pequenos!

Então, vamos começar pelo começo! Rs Em entrevista para o blog Bossa Mãe, Dra. Teresa Ruas - consultora em desenvolvimento infantil - diz:
"O desfralde noturno também deve seguir importantes sinais, como: a criança acordar seca e fazer aquele xixi (de grande volume), pedir para não usar mais as fraldas e/ou se sentir incomodada com elas, acordar no meio da madrugada e pedir para ir ao banheiro, demonstrar sinais de independência, como saber tirar e colocar a calça. Caso a criança faça xixi e/ou cocô na cama, a orientação é a mesma, ou seja, nada de castigos e/ou repreensões."

E por que demora mais? Porque, percebam pelos sinais citados, que exige ainda mais da criança (desenvolvimento motor e cognitivo) do que o desfralde noturno, uma vez que além de perceber e segurar, a criança precisa acordar, acordar o adulto, ir até o banheiro e depois voltar para a cama. Ou seja, bem mais autonomia e maturidade. E isso pode levar bastante tempo!

E como fazer? Particularmente, sou contra evitar líquidos próximo à hora de dormir, ou ficar acordando a criança para fazer xixi. Pois quando falamos de desenvolvimento infantil e tempo, estamos falando que quando você perceber que está começando a forçar a barra, provavelmente você está precisando voltar duas casas, respirar fundo e dar mais tempo ao tempo. Você precisa evitar líquidos antes de dormir, ou de ser acordado de tempos em tempos para não fazer xixi na cama? Não, porque você tem controle sobre isso. Se ainda não há esse controle, então a criança ainda não está pronta, e está tudo bem!

E como fazer? Nossa sugestão é levar da forma mais natural possível e seguir a dica montessoriana de se tornar um OBSERVADOR.

Deixe que A CRIANÇA CONDUZA O PROCESSO, percebendo os sinais. A fralda pela manhã está seca, a criança já pede à noite para ir ao banheiro, essas coisas.. naturalmente, a fralda passa a não fazer mais sentido, e deixa de ser necessária.

Mas, de repente, voltou a fazer xixi na cama! O que fazer?
Voltar duas casas. Primeira coisa: volte com a fralda. E siga, novamente, os passos acima. A autora Laura Gutman descreve em seus livros pacientes adolescentes que voltaram a usar fraldas à noite, pois um desfralde noturno forçado mal sucedido havia deixado sequelas no jovem. Ele usou o tempo que precisou e, conforme ela diz, pôde viver plenamente aquela etapa e evoluir para outras. Nesse ponto, é importante - além de tudo - observar as causas emocionais dessa "regressão". Isto é, pode ser sinal de algo externo, alguma mudança ou dificuldade que a criança está precisando lidar. Muitas vezes pode ser sinal de que a criança está precisando ainda mais de conexão. Crianças pequenas são seres fusionais, e precisam bastante de conexão e observação! ðŸ’•

Com relação à idade, insistimos bastante que cada criança tem seu tempo. No post da manhã, Dr. Steve fala de crianças que precisam de fraldas noturnas até depois de oito anos. Sobre o tema, Dr. Teresa diz:

" Apesar de uma alta frequência de aquisição do controle muscular do esfíncter por volta dos dois anos, não há uma idade específica “mais ou menos” correta para o início da retirada das fraldas.(!!!) Isto acontece, pois cada criança tem o seu próprio ritmo de crescimento, de maturação e de aquisição de novas habilidades. Por isso mesmo é que muitas crianças iniciam o desfralde por volta dos 3 anos e algumas perto dos 4 anos. Portanto, os pais não devem ficar angustiados com a idade mais correta para dar início a esta nova fase e, sim, ficar bastante atentos aos sinais que a criança fornece sobre a etapa de seu desenvolvimento e maturação."

Gostou? Então dá uma lida lá na página, pois já postamos muita coisa legal, e amanhã tem mais!

Beijos

#PsiMama
Deixe Seu Comentário
Postar um comentário

Assinatura

Assinatura